13 agosto 2016

Santuário de Fátima vai doar 50 mil euros para o apoio às vítimas dos fogos

Fátima, Santarém (Ecclesia) – O Santuário de Fátima vai associar-se à campanha de auxílio às vítimas dos incêndios que têm afetado Portugal, nestas últimas semanas, disponibilizando um donativo de 50 mil euros.

A indicação foi avançada esta tarde pelo bispo de Leiria-Fátima, durante a sessão de apresentação da peregrinação aniversária de agosto e também da peregrinação do Migrante e Refugiado a Fátima, que decorrem esta sexta e sábado na Cova da Iria.

“O Santuário adere de alma e coração a esta campanha, desde já, oferecendo um donativo de 50 mil euros e não fechando as portas à possibilidade de um outro donativo”, referiu o prelado.

Apesar de não haver um balanço oficial da consequência dos incêndios dos últimos dias em Portugal, as chamas já fizeram várias vítimas e feridos graves, em várias regiões atingiram habitações e outras estruturas e deixaram muitos milhares de hectares de floresta destruídos.

Durante a conferência de imprensa desta tarde, no Santuário de Fátima, D. António Marto deixou “um apelo à responsabilidade dos políticos, em ordem à implementação de “políticas eficazes de prevenção”, para que “não se fique só pelas palavras e pelas boas intenções”.

“A sociedade civil procura corresponder, os governos dão algum apoio, e vai-se remediando mas não se vai às causas nem à raiz, da precaução. Neste caso, o melhor ataque é a defesa, neste sentido da defesa do património”, referiu.

“Revitalizar o interior”, hoje “muito desprezado”, deveria ser “uma das prioridades da política nacional”, exemplificou o bispo.

D. António Marto apontou mesmo para a necessidade de “uma cultura de prevenção em toda a sociedade civil”, tendo em conta “a salvaguarda da casa comum” que é o planeta Terra.

“Com os incêndios, todos ficamos mais pobres”, frisou.

Além do donativo anunciado, o Santuário de Fátima tem procurado também apoiar os bombeiros, nomeadamente as corporações mais ligadas à região.