16 agosto 2016

S. PEDRO DO SUL - INCÊNDIOS PARTE II

Incêndios em S. Pedro do Sul
DADOS DE HOJE:

Primeiro ministro reune com Presidentes de Camara;
O Presidente da Camara de S. Pedro do Sul diz que a primeira intervenção falhou;
O Presidente da Camara de S. Pedro do Sul diz que não havia meios;
O presidente da Camara de S. Pedro do Sul diz que ardeu tudo;
O Presidente da Camara de S Pedro do Sul diz que tem 120 M € de prejuizo;
A cordenação não existiu, diz alguém;
Os populares é que evitaram que as aldeias ardessem;
Os bombeiros passaram fome;
A Ministra da Administração Interna manda instaurar um inqúerito à situação;

O QUE IMPORTA DIZER:

Mas porque é que cada vez que há um incêndio maiorzito em S. Pedro do Sul, há sempre confusão originada pela Camara Municipal?

Será que o Presidente da Camara não sabe que é a Autoridade Municipal de Proteção Civil?

Se sabe porque é que dos 3 Corpos de Bombeiros existentes no municipio, 2 não têm Comandante há 2 anos? Se calhar acha que não tem nada que ver com esta situação !!!!!!

Porque é que o seu Serviço Municipal de Proteção Civil não está organizado de acordo com a Lei Municipal de Proteção Civil?

É que se estivesse organizado os bombeiros não tinham passado fome, pois essa é uma das muitas responsabilidades da camara e dos seus serviços, já que a ANPC paga tudo (paga o pequeno almoço, o almoço, o lanche, o jantar e dois reforços durante a madrugada).

E se a situação era tão grave porque não acionou o Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil? Será que sabe o que é e para que serve?

E quanto ao ataque inicial? Não percebe que o incêndio não é novo, vem de Arouca e portanto não há ataque inicial? E mesmo se fosse um incêndio novo, o ataque inicial era da responsbilidade dos Corpos de Bombeios do seu municipio. Ou pensa que voluntários só existem no seu municipio?

Na madeira os prejuizos calculados depois do levantamento feito depois dos incêndios e previstos são de cerca de 80 M €.
Como é que o Presidente da Camara de S. Pedro do Sul ainda o incêndio não tinha sido dominado e sem fazer qualquer levantamento já dizia que o seu incêndio era o maior do país e tinha um prejuizo de 120 M €?

Impressionante esta capacidade provinciana de querer ser mais espero que os outros. Mas pelo menos apareceu na Televisão... Mais um feito para o seu CV.

Sobre as aldeias que não arderam pelo esforço da população, peço para verem as fotos em baixo tiradas (por mim) depois do incêndio de 5.500 ha em 2010. Reparam na grande gestão territorial que a
Camara Municipal de S. Pedro do Sul faz do seu território nomeadamente em relação à prevenção.

Daí até 2016 nada foi feito... depois a culpa é sempre dos outros...

Assim é fácil ser Presidente de Camara... só é pena que quem vota não se lembre destas coisas na altura de votar...

Quanto no inquérito anunciado pelo PM, que acho muito pertinente, espero que estas situações sejam aí relatadas e por uma vez que seja, haja a coragem de responsabilizar um Presidente da Camara pelo que aconteceu no seu municipio e especialmente por aquilo que não fez.

Só espero que o inquérioto seja feito pela IGAI e não pela ANPC, que se por um lado é parte interessada e não deve ser ela a realizar o inquérito, os dirigentes dos serviços com responsabilidades nesta área da inquirição são pouco sérios e nada isentos.

É só um alerta para o MAI.

Eng. Paulo Gil Martins
Agosto de 2016