11 agosto 2016

Opinião: "Estado de Guerra"



Vivemos dias difíceis, dias que vemos, a passos largos, as nossas florestas a derreterem-se em cinza, a desmoronarem-se como castelos de cartas. Estamos em Guerra, perdendo o nosso maior bem, os povoamentos florestais do nosso belo Portugal. Estamos a perder uma batalha travada entre as labaredas e o Homem, pois estes Homens encontram-se exaustos, com dias e noites de combate com poucas, ou mesmo, sem horas de descanso.

Durante esta semana já se falou muito sobre a falta de limpeza dos povoamentos florestais, a quantidade de mato existente em torno das casas, tudo e mais alguma coisa, muita tinta já correu. No entanto, muitos desses pontos são verdade, mas neste momento temos de olhar para a situação presente e repensar/prevenir as situações futuras. Como disse já alguns anos atrás, "Nesta fase muitos são os que estão à espera desenfreadamente que chegue o fim desta época, para dizerem, este ano já passou para o ano logo se vê!!" Mas nós não podemos andar ano após ano a recusar o inevitável que passa pelo ordenamento da floresta em Portugal. Temos de parar para repensar o que nunca foi pensado, planear o que até a data nunca foi planeado e AGIR!!

O DECIF, tem dado uma resposta a este flagelo, que nos últimos dias têm assolado o nosso Portugal (continental e Ilhas), mas estes Bravos e Valentes Homens encontram-se exaustos e cansados e por esse motivo o Dispositivo deveria ser refrescado com voluntários. A Fauna e Flora deve ser preservada por todos, pois é esta que temos de garantir de geração em geração. Nestas condições, quando a nossa bela Pátria e as nossas florestas mais necessitam, todos os Bombeiros Voluntários deveriam ser dispensados para combater esta Guerra, porque isto é a nossa Guerra, e nem todas as Guerras são feitas com armas, armas nucleares, explosões, etc.

Nesta batalha todos devíamos estar do mesmo lado e todos deveríamos contribuir para a ganharmos a Guerra o mais rapidamente possível. Assim, devíamos contribuir de forma direta, isto é, aqueles que de certa forma tem formação para o fazer, os que são Bombeiros Voluntários, os que são técnicos de Saúde, Psicólogos, Socorristas etc, mas também de forma indireta através de Bens de primeira necessidade para os Nossos bravos Soldados da Paz e acima de tudo dispensar, por alguns dias, todos que são Bombeiros Voluntários para combater os incêndios e acabarmos com esta Guerra.




Carlos Ribeiro
Bombeiros Voluntário de Vila Nova de Paiva