12 agosto 2016

"O Fogo dá dinheiro a muita gente"

Portugal continua a arder e a previsão para os próximos dias “é assustadora”, alerta o Secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes, lançando críticas em várias direcções e lembrando que “há muito interesse por detrás” dos fogos.

Ouvido no Parlamento, por causa da crise dos incêndios que continua a assolar o país, Jorge Gomes frisou que “há muito interesse por detrás disto tudo” e que “há quem diga que a indústria do fogo dá dinheiro a muita gente”.

Declarações citadas pelo jornal Público que nota que o secretário de Estado falou em concreto do caso do incêndio de Águeda, que continua a arder desde o fim-de-semana e que deflagrou pelas 4 da manhã “com uma frente de cinco quilómetros de extensão”.

“Como se faz isto? Que recursos foram usados para fazer uma frente de arranque desta dimensão?”, questiona Jorge Gomes, notando a mão criminosa que está por trás de muitos dos incêndios.

O governante ainda deixa críticas à Justiça pelo facto de os incendiários que são apanhados em flagrante delito não ficarem em prisão preventiva e queixa-se da extinção dos Governos Civis, considerando que estes eram “uma peça fundamental que conciliava muitos esforços”.

Assumindo que os bombeiros estão “exaustos”, Jorge Gomes ainda avisa que “a previsão para os próximos dias é assustadora”, por causa das condições meteorológicas, já que se espera um aumento das temperaturas no fim-de-semana.
 
 
Fonte: Rádio Regional