14 agosto 2016

Mais de mil bombeiros combatem três grandes incêndios

Três incêndios de grande dimensão estavam esta madrugada ativos nos distritos de Aveiro, Santarém e Vila Real, sendo combatidos por 1.134 operacionais, apoiados por 335 meios terrestres, segundo a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC).

De acordo com a ANPC, pelas 05:00, o incêndio que mobilizava mais operacionais é o que abrange Arouca (distrito de Aveiro) e São Pedro do Sul (distrito de Viseu), já que o segundo resultou do alastrar das chamas do primeiro. Segundo a ANPC, trata-se agora de um só incêndio.

A combater este grande fogo estão 784 operacionais, apoiados por 231 meios terrestres, numa operação envolvendo sete entidades.

Ao início da madrugada, o presidente da câmara de São Pedro do Sul, Vítor Figueiredo, adiantou à Lusa que foi necessário evacuar as aldeias de Fujaco e Açores, no concelho, por volta das 19:00 de sábado, tendo sido retiradas 15 pessoas, que foram encaminhadas para o Centro Social do Sul.
De acordo com o autarca, a maior parte destas pessoas foi posteriormente levada para casa de familiares, havendo apenas duas pessoas que continuam no centro social.

Vítor Figueiredo disse ainda que foram depois retirados cerca de dez habitantes de Posmil e de Sá, que foram encaminhados para o Centro Social de São Martinho das Moitas.

Segundo o presidente da câmara, estas quatro aldeias já não estão ameaçadas pelas chamas, ao contrário das povoações de Pesos, Oliveira, Sul, Leiradas e Aldeia, cuja situação é mais preocupante e estão, por isso, em alerta, apesar de ainda não ter sido necessário retirar os habitantes.

Segundo a página da ANPC estão também ativos, em Portugal continental, incêndios nos distritos de Santarém e Vila Real.

Em Salvaterra de Magos, na localidade de Glória do Ribatejo, 242 operacionais e 75 veículos combatem o fogo com duas frentes ativas, que começou no sábado.

No concelho de Alijó, na localidade de Franzilhal, são 108 os operacionais e 29 os meios terrestres que combatem as chamas que queimam zona de mato desde sábado.Segundo o presidente da câmara, estas quatro aldeias já não estão ameaçadas pelas chamas, ao contrário das povoações de Pesos, Oliveira, Sul, Leiradas e Aldeia, cuja situação é mais preocupante e estão, por isso, em alerta, apesar de ainda não ter sido necessário retirar os habitantes.

Segundo a página da ANPC estão também ativos, em Portugal continental, incêndios nos distritos de Santarém e Vila Real.

Em Salvaterra de Magos, na localidade de Glória do Ribatejo, 242 operacionais e 75 veículos combatem o fogo com duas frentes ativas, que começou no sábado.

No concelho de Alijó, na localidade de Franzilhal, são 108 os operacionais e 29 os meios terrestres que combatem as chamas que queimam zona de mato desde sábado.


Fonte: Correio da Manhã