11 agosto 2016

Governo vai apoiar financeiramente a Madeira

Anúncio foi feito esta quinta-feira pelo primeiro-ministro que se encontra atualmente na Madeira.




António Costa revelou hoje que a “partir da próxima semana estará disponível uma linha de crédito dirigida especialmente a toda atividade turística” da Madeira. O objetivo, explicou o primeiro-ministro, é o de “permitir à hotelaria, ao pequeno comércio e à restauração do centro do Funchal, o rápido estabelecimento da normalidade da atividade turística”.

Em conferência de imprensa realizada na Madeira, o Chefe do Executivo disse ainda que vai ser também “criada uma linha de apoio a empresas destruídas ou afetadas pelos incêndios” e que já foi feito um pedido à União Europeia para que “medidas de emergência previstas no âmbito da agricultura para o restabelecimento da atividade produtiva possam beneficiar de estatuto especial”.

Por outras palavras, o pedido às instâncias europeias é no sentido de que seja atribuído dinheiro à Madeira e aos concelhos afetados pelas chamas antes mesmo de que os projetos serem apresentados.

Mas porque o incêndio “não foi exclusivamente florestal e atingiu muitas habitações nos concelhos do Funchal e da Calheta”, o “Governo da Madeira aprovou ontem o regime de emergência para alojamento temporário de famílias carenciadas que estão agora desalojadas”.

Este regime, acrescentou o primeiro-ministro, vai contar com o “apoio do Governo da República”.

Fonte: Notícias ao Minuto