11 agosto 2016

"AOS BOMBEIROS PORTUGUESES" - Mensagem de Solidariedade da Reviver Mais

A REVIVER MAIS – Associação dos Operacionais e Dirigentes dos Bombeiros Portugueses, IPSS – saúda, fraternalmente, todos os Bombeiros envolvidos no dispositivo de combate aos incêndios florestais, bem como todos aqueles que, apesar das exigências do momento, continuam a dar resposta cabal às missões ditas normais do dia-a-dia.

Compenetrada do seu papel eminentemente social, esta Associação solidariza-se ainda com os Bombeiros feridos no teatro de operações, formula os votos de rápido restabelecimento e disponibiliza-se a apoiá-los em tudo o que estiver ao seu alcance.

Os Bombeiros, em particular, e o País, em geral, não podem continuar, ano após ano, a estar expostos à violência confrangedora que representa o flagelo dos incêndios florestais.

É indispensável passar das palavras aos actos, encarando este cíclico problema com perspectiva sistémica e multidisciplinar em termos de ordenamento do espaço florestal. É indispensável que não se adormeça sobre as estatísticas apuradas anualmente. É indispensável que a acção não se esgote no justíssimo louvor ao extenuante trabalho dos Bombeiros Portugueses e dos demais agentes de protecção civil implicados nas operações de combate às chamas. É indispensável ter a noção exacta de que os incêndios florestais não são (nunca foram) um problema dos Bombeiros. Os Bombeiros Portugueses estiveram sempre a jusante de uma realidade que, lamentavelmente, não vem conhecendo consequentes soluções ao nível da vertente que mais importa ver potenciada: a prevenção.

Nessa perspectiva, a REVIVER MAIS, suportada na experiência passada das gerações de Operacionais e Dirigentes que constituem a sua base social – com provas dadas no âmbito das Associações/Corpos de Bombeiros do País, das Federações Distritais de Bombeiros, da Liga dos Bombeiros Portugueses e do ex-Serviço Nacional de Bombeiros – apela aos poderes instituídos para que a problemática dos incêndios na floresta portuguesa possa ver-se configurada, em definitivo, numa política verdadeiramente mobilizadora, eficaz e, por isso, impeditiva do mal que, mais uma vez, está a penalizar tudo e todos.

Finalmente, reiterando o seu incondicional apreço pelas Mulheres e pelos Homens que travam duro combate nas frentes de fogo, a REVIVER MAIS apela, também, para que cada um respeite as recomendações de segurança a fim de ver garantida e salvaguardada a respectiva integridade física, assim como a operacionalidade dos meios de intervenção.

Lisboa, 9 de Agosto de 2016

O Conselho de Administração Executivo

da REVIVER MAIS - Associação dos Operacionais e Dirigentes dos Bombeiros Portugueses, IPSS