09 agosto 2016

À meia-noite, 1700 operacionais combatiam 13 grandes fogos

INCÊNDIO EM COUTO, SALGUEIRAL ÀS 02:03
Imagem Direitos Reservados ©Pedro Ribeiro/Diário de um Bombeiro


Treze incêndios florestais estavam em destaque na página da Proteção Civil da Internet às 00.00 horas desta terça-feira, mobilizando mais de 1700 operacionais.

Destas 13 "ocorrências importantes" (ou seja, que decorrem há mais de três horas e mobilizam mais de 15 meios de socorro, segundo a Autoridade Nacional de Proteção Civil), duas localizam-se no distrito de Aveiro e uma delas, no concelho de Arouca, teve início já ao final da tarde de sábado, em Provisende.

Segundo a informação disponibilizada, 255 operacionais, apoiados por 90 veículos, combatem sete frentes de fogo.

Já no concelho de Águeda, 298 elementos e 99 viaturas estão mobilizados para impedir o avanço das chamas, com quatro frentes e que deflagraram pelas 04 horas de segunda-feira na localidade de Préstimo.

No distrito de Braga, no concelho de Barcelos, o fogo que teve início em Tamel, pelas 15 horas de domingo, mantém uma frente, combatida por 232 operacionais, com o apoio de 79 viaturas.

Ainda no grupo dos incêndios com mais de duas centenas de elementos de forças de socorro e segurança está o incêndio rural que começou na segunda-feira, pelas 15 horas, em São Bartolomeu de Messines, no concelho de Silves (distrito de Faro). Com uma frente, as chamas mobilizam 207 operacionais e 31 veículos.

Com o cair da noite, os 15 meios aéreos que perto das 20 horas de segunda-feira estavam ativos no continente português deixaram entretanto de participar nas operações.

No distrito de Viana do Castelo, onde algumas aldeias foram evacuadas e foi acionado o plano distrital de emergência, a página da autoridade nacional destaca os incêndios de Arcos de Valdevez (72 homens e 25 viaturas) e Vila Nova de Cerveira (78 homens e 33 viaturas).

No distrito de Viseu, as chamas motivam maior preocupação nos concelhos de Cinfães, Viseu, Mangualde e Nelas, com um total de 419 operacionais e 103 viaturas mobilizados.

Já no distrito do Porto, Gondomar e Santo Tirso somam 155 elementos e 46 veículos nas operações de socorro de dois fogos.

Da lista de ocorrências mais significativas faz ainda parte uma 14.ª ocorrência, no concelho de Almodôvar, no distrito de Beja, onde 90 homens, apoiados por 31 viaturas, estão no terreno, embora neste caso o incêndio tenha sido dado como dominado perto das 24 horas.


Fonte: Jornal de Notícias