13 fevereiro 2015

Bombeiros de Ferreira contestam acção do Centro de Saúde

Os Bombeiros Voluntários de Ferreira do Alentejo estão revoltados com o Centro se Saúde da vila.

Joaquim Camacho, presidente da Associação foi encontrado sem vida, na última terça-feira, no interior da sua viatura, junto ao Centro de Saúde onde foi assistido pela médica de família. O homem, de 56 anos de idade, sentiu-se indisposto e deslocou-se ao Centro onde deu entrada pelas 10h40. Depois de observado, foi medicado para a hipertensão e enviado para casa com indicação para regressar às 14 horas para nova observação, onde já não chegou a comparecer.

O corpo foi descoberto no interior da sua viatura pelas 22 horas de terça-feira.

Os Bombeiros estão revoltados e não compreendem por que razão Joaquim Camacho não foi enviado pelo Centro de Saúde para o Hospital de Beja a fim de realizar exames complementares.

António Gomes, Comandante dos Bombeiros Voluntários de Ferreira do Alentejo, considera que a morte do presidente da Associação “poderia ter sido evitada se ele tem sido enviado para o Hospital de Beja uma vez que o Centro de Saúde de Ferreira não dispõe de meios de diagnóstico suficientes para detectar um enfarte”. O Comandante acrescenta que “não é assim que se envia uma pessoa para casa com uma dor no peito, ainda por cima com pressão arterial elevada”.António Gomes lamenta que “uma pessoa que tanto lutou para que os Bombeiros tudo tivessem para socorrer em boas condições as populações, morra sem socorro”.

Rádio PAX