16 janeiro 2015

Protecção Civil da Madeira dispõe de novo sistema de apoio

O Serviço Regional de Protecção Civil da Madeira apresentou hoje, no Funchal, o Sistema de Apoio à Decisão Operacional (SADO), uma nova plataforma tecnológica que reúne informações provenientes de várias fontes sobre a mesma ocorrência.

"Este sistema é um avanço no sentido de otimizar as respostas e projetar meios numa situação de crise", declarou o secretário regional dos Assuntos Socais, Jardim Ramos, durante a apresentação do SADO.

A plataforma foi desenvolvida pela empresa Indra e está em funcionamento a nível nacional desde 2010. Envolve mais de 200 utilizadores em 19 centros de operações espalhados por todo o país (exceto nos Açores) e monitoriza mais de um milhão de ocorrências por ano.

O sistema está especialmente vocacionado para a previsão de gestão de riscos, o planeamento de emergência e as atividades de proteção e socorro.

Na Madeira, o SADO entrou em funcionamento no dia 07 de janeiro.

O presidente do Serviço de Proteção Civil da Madeira, Luís Nery, explicou que o sistema é fundamental no apoio à decisão, na medida em que centraliza informações provenientes de várias entidades envolvidas numa determinada situação de emergência.

O SADO disponibiliza também dados meteorológicos, que são fundamentais para enfrentar com os meios adequados os casos de incêndio ou inundação.

"Decidir, muitas vezes, é difícil. Mas estando o decisor bem informado, decide com maior segurança", salientou o secretário regional dos Assuntos Sociais, sublinhando que "a virtude do sistema" é dar "garantias de segurança à população madeirense".

DNotícias.pt