05 janeiro 2015

Castelo Branco: José Neves quer "Fazer a Diferença"

O novo presidente da federação distrital de bombeiros de Castelo Branco quer fazer a diferença. José Avelino Silva, comandante dos bombeiros voluntários de Castelo Branco, acaba de tomar posse no cargo e à RCB adiantou o que vai marcar este mandato “quero que seja marcado pela diferença, com mais participação da federação, quero que seja mais interveniente nomeadamente no foro da Liga dos Bombeiros Portugueses”.

José Avelino Neves espera que o novo ano traga a publicação da lei de financiamento das associações de bombeiros que tarda em sair devido a dois factores “um deles é porque o dinheiro é escasso, o outro é falta de vontade política e essa é a que me choca mais, porque os bombeiros têm um papel em Portugal que não é valorizado porque somos responsáveis por mais de 90% do socorro prestado em Portugal e não estou só a falar dos incêndios, mas de todas as áreas nomeadamente a emergência pré hospitalar, no entanto, continuamos a ser o parente pobre”.

A lei de financiamento das corporações é ansiada pelos bombeiros que deixarão de andar a “a mendigar a boa vontade dos presidentes de câmara”.

O novo presidente da federação distrital de Bombeiros espera ainda que o novo ano traga um novo estatuto social para os bombeiros “o actual resume-se a duas ou três medidas residuais mas nós queremos muito mais, queremos que volte a haver a atribuição dos tempos de reforma para os bombeiros voluntários que mereciam que o Estado português olhasse para eles de forma diferente”. A isenção do pagamento de taxas moderadoras nas urgências é outra das medidas que o presidente da federação distrital de bombeiros gostaria de ver no novo estatuto social

fonte: Radio Cova da Beira