07 janeiro 2015

Câmara de Lisboa reforça apoio aos sem-abrigo devido ao frio

O vereador da Proteção Civil da Câmara de Lisboa informou, esta quarta-feira, que o município irá reforçar, esta quarta-feira e na quinta-feira, o apoio dado aos sem-abrigo da cidade, devido à previsão de baixas temperaturas.
"Conversámos com os vários parceiros do município e vamos fazer um reforço das respostas [dadas aos sem-abrigo], em termos de refeições quentes servidas, mais agasalhos e cobertores e com centros de acolhimento abertos mais horas", disse hoje à agência Lusa o vereador Carlos Manuel Castro.

O responsável assinalou que as estações do Metropolitano dos Restauradores, Saldanha e Intendente também vão estar abertas durante a noite, para que os sem-abrigo lá possam pernoitar.
Este reforço decorre da avaliação climatérica feita pelo município e na qual foi identificada a presença de uma massa de ar frio, hoje e na quinta-feira, adiantou Carlos Manuel Castro, referindo que a Câmara vai "continuar a monitorizar a situação do tempo".
De acordo com as previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera para os próximos dias, as mínimas na cidade de Lisboa vão rondar os seis graus celsius, até sexta-feira.
Entre 29 de dezembro e 04 de janeiro, a Câmara ativou o plano de contingência para os sem-abrigo, altura em que as temperaturas mínimas na cidade de Lisboa registaram valores abaixo dos três graus celsius.
Durante o tempo em que esteve ativo, o plano contra o frio levou ao pavilhão do Casal Vistoso, no Areeiro, 269 pessoas, das quais 32 foram encaminhadas para centros de acolhimento da Câmara de Lisboa e da Santa Casa da Misericórdia.

JN