01 dezembro 2014

Massa de ar polar atravessa Portugal e provoca descida das temperaturas

A passagem de uma massa de ar frio polar vai provocar uma descida gradual das temperaturas no continente. O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê uma descida de cinco a seis graus Celsius que terá início ainda esta segunda-feira.

Os cachecóis e os gorros voltarão a fazer parte da indumentária dos portugueses, sobretudo no norte do país. Até à próxima sexta-feira, as temperaturas irão descer cinco a seis graus. No fim da semana, algumas localidades irão mesmo temperaturas mínimas próximas dos zero graus, podendo inclusivamente verificar-se temperaturas negativas.

“Na sexta-feira vamos ter valores de temperatura mínima em especial nas regiões do norte e centro na casa dos zero graus Celsius ou de um, dois ou três graus negativos", explicou a meteorologista Maria João Frada à Lusa.

Na região do Porto, as temperaturas mínimas deverão rondar os três graus celsius. Já na capital, os termómetros deverão registar cinco ou seis graus Celsius.

A descida da temperatura deve-se à passagem de uma massa de ar nitidamente mais fria.

“As temperaturas mínimas já desceram um pouco, mas a partir de amanhã (terça-feira) vamos ter a instalação de uma massa de ar nitidamente polar transportada na circulação de um anticiclone no Atlântico", explicou a meteorologista.

A passagem desta massa de ar deverá ainda provocar a formação de geada nas regiões do interior norte e centro. É também de esperar neblina ou nevoeiros e aguaceiros fracos, que serão de neve nas terras altas.
Fonte: RTP