29 dezembro 2014

INEM reforça meios de emergência médica do país com dez novas ambulâncias

Dez novas ambulâncias de socorro vão entrar em funcionamento na segunda-feira em várias regiões, numa parceria entre o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) e as corporações de bombeiros locais, informou este domingo o INEM.

As ambulâncias vão assim reforçar "de forma significativa" a assistência às situações de emergência médica pré-hospitalar nas regiões de Mogadouro, Mondim de Basto, Resende, Vila Nova de Foz Côa, Murtosa, Oliveira de Frades, Estarreja, Chamusca, Ferreira do Zêzere e Vila Viçosa.
O objetivo é aumentar a cobertura de meios de emergência pré-hospitalar, reforçando a resposta às situações de acidente ou doença súbita, especifica o INEM, acrescentando que a disponibilização destes meios vem "melhorar de forma importante a capacidade operacional das Corporações de Bombeiros que são parceiras do INEM no Sistema Integrado de Emergência Médica".
Estas ambulâncias vão funcionar nas corporações de bombeiros através da criação de Postos de Emergência Médica (PEM), aos quais foram disponibilizadas ambulâncias, equipamento e formação.
As ambulâncias que começam a operar na segunda-feira estão todas equipadas com Desfibrilhador Automático Externo (DAE), um "importante recurso para a assistência a vítimas de paragem cardiorrespiratória".
Para além de fornecer a ambulância de socorro e de garantir a manutenção da viatura, o INEM paga um quantitativo por cada serviço prestado pelas Corporações de Bombeiros que dispõem de um PEM, bem como um subsídio trimestral fixo, para comparticipar as despesas dos Bombeiros.
Atualmente, o INEM tem 265 Ambulâncias sediadas em Postos de Emergência Médica, 89 na zona norte, 71 no centro e 105 no sul do país.
RTP