26 outubro 2014

Queda de ultraleve no aeródromo de Mirandela provoca dois feridos

Uma das vítimas sofreu queimaduras de 2.º grau e teve de ser transportada pelo helicóptero do INEM para o hospital de Bragança. Aparelho estaria a realizar um voo de instrução.

A queda de um ultraleve ao final da tarde deste sábado no Aeródromo Municipal de Mirandela, em Trás-os-Montes, provocou dois feridos. As vítimas são os ocupantes do aparelho que estaria a realizar um voo de instrução e caiu fora da pista, mas ainda no recinto do aeródromo, adiantou ao PÚBLICO fonte dos Bombeiros de Mirandela, corporação que foi chamada para o local pelas 18h41.

“À chegada já as vítimas tinham sido retiradas por algumas pessoas que estavam junto ao aeródromo. Encontrámos o ultraleve em chamas, mas não sabemos se o incêndio terá deflagrado ainda no ar ou se foi consequência da queda”, disse o adjunto de comando daquela corporação, Luís Carlos.

Um homem de 43 anos ficou com queimaduras de 2.º grau em 5% do corpo e foi transportado pelo helicóptero do INEM para o Hospital de Bragança. O segundo ocupante, outro homem de 34, sofreu ferimentos ligeiros e foi levado de ambulância para o Hospital de Mirandela. Uma das vítimas é o instrutor de voo.

No local, além do helicóptero do INEM, estiveram duas ambulâncias dos bombeiros e uma viatura de Suporte Imediato de Vida.

Fonte: Público