17 outubro 2014

Mais de 150 pessoas resgatadas no Nepal após tempestade de neve

As equipas de salvamento nepalesas resgataram mais de 150 pessoas dos trilhos dos Himalaias, incluindo várias dezenas de montanhistas estrangeiros, que estavam dadas como desaparecidas após uma forte tempestade de neve que afetou na terça-feira a região.

"Hoje fizemos grandes progressos. Trouxemos de volta sãos e salvos 154 sobreviventes, incluindo 76 estrangeiros", afirmou hoje, em declarações à agência francesa AFP, Ganesh Rai, responsável pela coordenação das operações de salvamento.


Vinte e seis montanhistas e guias, incluindo 22 estrangeiros, encontraram refúgio numa casa em Thorong High Camp, a 4.800 metros de altitude, confirmou à AFP um dos elementos do grupo, um norte-americano, contactado por telefone.

A intensa queda de neve, também acompanhada de chuva forte, que afetou aquela região fez cerca de 30 vítimas mortais.

Os corpos de 23 pessoas foram encontrados nos trilhos do reconhecido circuito de Annapurna (na zona central do Nepal) e as equipas de socorro admitem que cinco montanhistas terão sido apanhados por uma avalanche. Os montanhistas estariam num acampamento no Monte Dhaulagiri (8.167 metros de altitude).

Na lista de vítimas mortais constam ainda três guardadores de iaques (bovino da região dos Himalaias).

Milhares de montanhistas visitam anualmente a região de Annapurna durante o mês de outubro, a época em termos climatéricos considerada mais favorável para a realização dos trilhos.

Para a realização de trilhos nos distritos afetados de Manang e Mustang estavam registados 168 montanhistas estrangeiros.

O mau tempo que afetou a região foi desencadeado pelo ciclone Hudhud, que atingiu a costa leste da vizinha Índia durante o fim de semana.

Fonte: JN