12 outubro 2014

Ébola: Doente internada no São João não está infectada


Os resultados das análises à doente internada no Hospital de S. João, no Porto, com sintomas de ébola no Porto são negativos.

Uma mulher de 45 anos, do Grande Porto, que esteve em África, foi internada domingo ao fim da tarde no hospital de São João com sintomas idênticos aos provocados pelo vírus ébola.

As análises foram feitas no Porto e enviadas para Lisboa, para o Instituto Ricardo Jorge. Hospital confirma que testes deram negativo.

«Não há sinais de qualquer doença relacionada com o ébola. Naturalmente a doente tem uma condição que está a ser investigada, mas não se trata da doença por vírus ébola», anunciou Francisco George, director geral de Saúde.

Fonte oficial do hospital confirmou que a paciente, se deslocou pelo próprio pé até à unidade de saúde, enviado por um serviço de saúde privado.

As autoridades de saúde pedem às pessoas com sintomas compatíveis com o vírus, e que tenham estado recentemente em viagem pelos países mais afectados pelo ébola, para contactarem primeiro a linha Saúde 24, ainda antes de se deslocarem aos hospitais.

O Hospital de São João, no Porto, o Curry Cabral e o Dona Estefânia, em Lisboa, são, em Portugal, os hospitais de referência definidos para atender estes casos.

O vírus tem um período de incubação de 21 dias e na primeira fase os sintomas incluem dor de cabeça, febre, dor de garganta, dor muscular e debilidade intensa. A segunda fase inclui sintomas como vómitos, disfunção hepática e renal, hemorragias internas e externas, diarreia.

De acordo com um relatório da Organização Mundial de Saúde, datado da passada sexta-feira, estão confirmados 8399 casos de provável contágio pelo Ébola em sete países (Guiné-Conacri, Libéria, Serra Leoa, Nigéria, Senegal, Espanha e Estados Unidos), dos quais resultaram 4.033 mortes.

(c) PNN Portuguese News Network