09 outubro 2014

Chuva forte causou estragos materiais na Póvoa

O mau tempo da passada noite fez estragos materiais na Póvoa. A chuva intensa que caiu ontem fez mossa em várias zonas. 

A comandante dos bombeiro voluntários Ilda Cadilhe contabilizou para a Onda Viva uma dúzia de ocorrências, em diversos pontos do concelho, que não especificou, sublinhando que foi preciso “estabelecer prioridades de intervenção”. 

A Proteção Civil Municipal também esteve ativa. Ao que apurámos, na zona de Santo André em Aguçadoura, houve inundações em habitações, por causa do rio das Pedras Negras que galgou as margens, transbordou - uma situação já habitual, disseram-nos. 

Em Navais, a Protecção Civil trabalhou com os bombeiros. Houve uma “situação complicada”, com a água a atingir 60 centímetros de altura em algumas habitações e garagens, danificando móveis e electrodomésticos, devido “ à obstrução de uma linha de água entubada”. Em Laúndos, a Estrada Nacional esteve cortada cerca de uma hora, devido a um deslizamento de terras. Em Aguçadoura, também houve complicações com grelha e sarjetas entupidas. 

O pico da queda de água foi entre as 21h30 e as 22 horas. Mas segundo a Proteção Civil Municipal, a intempérie foi mais sentida no interior e zona norte do concelho. Por Vila do Conde há notícia de uma ou outra ocorrência, como a queda de uma árvore e derrube de sinais de obras nas estradas.


Fonte: Rádio Onda Viva