07 outubro 2014

Acusados de homicídios nos Fogos do Caramulo Começam a ser Julgados (C/Video)


Os dois acusados de terem ateado vários fogos na Serra do Caramulo, em agosto de 2013, que provocaram a morte de quatro bombeiros, começam a ser julgados esta terça-feira, em Vouzela.

O Ministério Público (MP) acredita que os dois jovens são os responsáveis pela autoria do grande incêndio do Caramulo que queimou, no ano passado, mais de 9 mil hectares de floresta, matou quatro bombeiros e feriu outros 13, e pediu que fossem julgados por um tribunal de júri.

Caberá aos quatro jurados e ao juiz presidente confirmar, como sustenta a acusação, se a 20 de agosto de 2013, Fernando e Patrick subiram ao Caramulo, de mota, e ao longo de um quilómetro atearam sete focos de incêndio com recurso a um isqueiro.

Os jovens, que foram detidos pouco depois das chamas apagadas e desde então têm estado em prisão preventiva, respondem por quatro crimes de homicídio qualificado, incêndio florestal e ofensa à integridade física.

No caso de o tribunal confirmar a acusação, Patrick e Fernando podem tornar-se nos primeiros autores do crime de fogo posto condenados à pena máxima, 25 anos de prisão, devido à morte de quatro bombeiros.
 
Em Vouzela, espera-se casa cheia para este tribunal num crime que chocou os caramulanos e que, de acordo coma investigação, terá sido motivado por vingança por dias antes a GNR ter multado um dos jovens.

As sessões estão marcadas para esta terça e quarta-feira e para os dias 13 e 14 de outubro.


fontes: TSF/SIC Noticias