27 setembro 2014

Médica condenada a pena suspensa no caso da morte do maestro Correia Martins

A médica Helena Andrade foi hoje condenada a oito meses de prisão, com pena suspensa, pelo homicídio negligente na morte do maestro Fernando Correia Martins.

A suspensão da pena, por um ano, fica subordinada ao pagamento de 2.500 euros à Casa do Artista.
Os restantes dois arguidos -- operadores do INEM -- foram condenados a penas de multa pelo mesmo crime.
Quanto ao pedido cível no processo, o Juizo Criminal de Lisboa determinou pagamentos de 40 mil e 25 mil euros, repartidos pela seguradora Axa, INEM e arguidos que terão de ser pagos à viúva do maestro.
Nas alegações finais, o Ministério Público pediu a condenação dos três arguidos, mas sem quantificar a pena de prisão que pode ir até três anos.
Na acusação levada a julgamento, o Ministério Público deu como provado que a morte do maestro, ocorrida em 2009, se ficou a dever à falta de auxílio médico adequado, após a sua mulher, Olívia, ter feito vários telefonemas para o 112 a pedir auxílio e transporte do INEM, tendo os operadores dito para chamarem os bombeiros.
Fernando Correia Martins esteve ligado ao Teatro de Revista e a diversos Festivais da Canção. A sua participação mais conhecida na Eurovisão aconteceu em 1991, quando desempenhou a função de maestro da canção "Lusitana Paixão", interpretada por Dulce Pontes.

Fonte: RTP