03 setembro 2014

Fogo obriga ao corte da circulação de comboios na linha do Algarve por duas horas


Um incêndio florestal que deflagrou hoje perto de Alfandanga, em Olhão, obrigou ao corte da circulação de comboios na linha que liga Faro a Vila Real de Santo António durante duas horas, disse fonte da Proteção Civil. 

A circulação esteve interrompida durante o tempo que os bombeiros levaram a dominar o incêndio, mas “já foi restabelecida”, frisou a fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Faro. 

As equipas de socorro receberam o alerta às 16:30 e o fogo foi dado como dominado às 18:24, com a ajuda de dois helicópteros da Autoridade Nacional de Proteção Civil, precisou a mesma fonte. 

Estiveram também envolvidos no combate ao fogo 59 operacionais de cinco corporações de bombeiros do Algarve e da GNR, adiantou o chefe de equipa de serviço no CDOS de Faro. 

O incêndio deflagrou numa zona próxima da linha ferroviária do Algarve, no troço entre a Fuzeta e Tavira.

Fonte: DiáriOnline