02 agosto 2014

Saída de bombeiros termina à pancada



Agudizou-se o braço de ferro entre bombeiros e a direção dos Voluntários Flavienses. A vigília de solidariedade para com 34 bombeiros que deixam a corporação em rutura com a direção acabou com confrontos.

A rutura entre bombeiros e direção na corporação de Voluntários Flavienses, em Chaves, agravou-se nas últimas horas e terminou na noite de anteontem com confrontos, agressões físicas e verbais, entre várias pessoas que se concentraram em frente ao quartel em vigília.

Os ânimos exaltaram-se perante a saída de 34 dos 52 bombeiros do corpo ativo. Foi necessária a intervenção da PSP para pôr cobro à "desordem na via pública", referiu fonte do comando de Chaves, explicando que "a situação não durou mais que 15 minutos" e terminou "sem apresentação de queixas".

Fonte: JN