17 agosto 2014

Fogos florestais dão trabalho a centenas de bombeiros

Dois incêndios florestais deflagraram hoje, no concelho de Óbidos, mas já foram dominados, segundo informações da Proteção Civil.

Um fogo que eclodiu em Casal do Ameal, cerca das 14:00, destruiu uma área florestal onde predominam povoamentos de eucalipto, disse à agência Lusa uma fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Leiria.

Pouco antes, às 13:35, em Casal das Arroteias, também no concelho de Óbidos, tinha surgido um primeiro incêndio florestal, considerado extinto às 17:25.

Os dois incêndios foram combatidos por quase 160 operacionais, no total, com 42 veículos, com auxílio de meios aéreos, segundo a informação disponibilizada no portal da Autoridade Nacional de Proteção Civil.

Os meios no local prosseguem as operações de rescaldo.

Entretanto, um incêndio que eclodiu durante a manhã na Reserva Natural da Serra da Malcata e chegou a estar dominado está a lavrar novamente.

Uma fonte do CDOS de Castelo Branco disse à Lusa que o fogo tinha deflagrado cerca das 10:05, em Marvaninha, concelho de Penamacor, foi considerado extinto às 11:16 e teve um primeiro reacendimento às 12:05.

As chamas avançam agora com apenas uma frente e estão a destruir um povoamento florestal misto, "em que predominam áreas de pinhal jovem e mato", acrescentou.

Este incêndio está a ser combatido por 160 operacionais, com 47 viaturas, apoiados por quatro aviões bombardeiros e outro meio aéreo não especificado.

No distrito de Vila Real, em Francelos, concelho de Alijó, lavra igualmente um fogo florestal, em duas frentes, desde as 16:30, em cujo combate estão envolvidos 64 operacionais e 15 viaturas, além de dois aviões bombardeiros e um helicóptero de ataque inicial.

Fonte: DNotícias.pt