12 agosto 2014

Ébola: Presidente da Guiné apela à produção de vacina contra o vírus



O Presidente da Guiné, um dos país mais atingidos pela epidemia do vírus Ébola, fez segunda-feira um apelo à produção de uma vacina e, em sentido mais amplo, ao investimento em saúde.

"A produção de uma vacina está a tornar-se uma preocupação global", disse Alpha Conde, em conferência de imprensa, na qual salientou que já tinha sublinhado a mesma ideia durante uma cimeira recente entre os Estados Unidos e os líderes africanos.

"Temos de investir em saúde, no geral, e não apenas por causa do Ébola, temos de desenvolver a capacidade dos nossos hospitais", disse o responsável, acrescentando que este não é um problem específico de África.

A OMS [Organização Mundial de Saúde] disse que "esta é uma emergência global e que o mundo inteiro deve envolver-se, não considerando que este é [apenas]um problema africano"

Não existe ainda uma vacina contra o vírus Ébola, mas dada a velocidade com que a doença se está a alastrar, há "compromissos muito concretos", com promessas de desbloqueamento de verbas de várias instituições e organizações nos países mais afetados, acrescentou o presidente da Guiné.

Até à semana passada, tinham morrido 961 pessoas em quase 1800 casos confirmados, prováveis ou suspeitos, a maioria dos quais na Guiné, Libéria, Serra Leoa e Nigéria, o que representa uma taxa de mortalidade de 54%, de acordo com a AFP.

Fonte: Notícias ao Minuto