21 julho 2014

Mau tempo faz dois mortos em França

Um homem e uma mulher morreram hoje numa zona turística do sul de França, vítimas da queda de árvores provocada pelas violentas tempestades que hoje atingiram a região, e que deixou 21 distritos em alerta.


Um mini-tornado fez um morto -- um cidadão francês de 42 anos -- e cinco feridos num parque de campismo em Saint-Just-d'Ardèche, onde uma centena de caravanas e tendas foram atingidas pela queda de árvores.

A maior parte das árvores e postes elétricos da região caíram: "Num raio de três a quatro quilómetros as árvores foram completamente arrancadas", disse à agência francesa AFP um comandante da polícia local.

Cerca de 200 campistas devem ser realojados nos salões de festas das localidades mais próximas, adiantaram os bombeiros. Muitos automobilistas ficaram bloqueados nas estradas devido à queda das árvores.

Na outra ponta da riviera Ardèche, uma mulher morreu, também devido à queda de uma árvore, num parque de campismo de Saint-Paulet-de-Caisson.

Os serviços de meteorologia franceses preveem um agravamento das tempestades durante a noite de domingo para segunda-feira no sudeste do país, com precipitação intensa, que podem ser acompanhadas de fortes rajadas de vento e de granizo.

No norte de França, numa região próxima da fronteira com a Bélgica e a Alemanha, doze distritos foram colocados em alerta devido à possibilidade de inundações.

Já hoje a Normandia, na região noroeste do país, foi atingida por granizo e vento forte. No sudoeste de França milhares de casas permanecem sem eletricidade.

A tempestade de hoje no sul do país levou à interrupção do festival de jazz de Saint-Emilion, onde cerca de mil pessoas foram retiradas do local. Também no Festival do Grand Souk uma dezena de pessoas ficaram ligeiramente feridas, consequência da queda de granizo.

Fonte: DN