09 junho 2014

Capitão perde a vida em queda de um Eurofighter

Um avião de combate Eurofighter da Força Espanhola despenhou-se em Morón de la Frontera, Sevilha, por volta das 14:00, pouco depois de ter descolado da base aérea.

Logo após descolar do aeródromo militar para um exercício prático de rotina, ao começar a ganhar velocidade, o caça-bombardeiro terá caído repentinamente. O avião apenas levava a bordo o piloto, um capitão, que perdeu a vida de imediato.

Segundo fontes do ABC que assistiram ao acidente, o sistema do assento ejetável não terá sido acionado. O Ministério da Defesa não confirmou se há mais vítimas, mas investiga agora as causas deste acidente na localidade. A Guarda Civil, a Polícia local, os bombeiros e outros vários meios terão sido mobilizados.

Este é o terceiro acidente que acontece com um avião de combate deste tipo. O primeiro ocorreu em 2002, em Belvis de la Jara, Toledo, depois do avião ter atingido 15 mil metros de altitude. Os dois militares que pilotavam o aparelho acabaram por sair ilesos, depois de terem acionado o sistema que os ejetou para fora do avião.

A base aérea de Móron de la Frontera é uma das várias instalações que albergam aviões de combate deste modelo, integrados num programa europeu que envolve as empresas Alenia Aeronautica, BAE Systems e ADS (Airbus Defence and Space), e os governos do Reino Unido, Alemanha, Itália e Espanha.

Fonte: DN