10 junho 2014

Cadáver junto a barcos de luxo


Turista deu alerta à Polícia Marítima para corpo de homem a boiar. Polícia Judiciária aguarda resultados da autópsia, que vai determinar causas da morte.

O cadáver de um homem, sem qualquer identificação, foi encontrado a boiar junto a um dos cais da Marina de Vilamoura, ontem de manhã. A Polícia Judiciária está a investigar. O alerta foi dado à Polícia Marítima, cerca das 09h30, por um cidadão de nacionalidade britânica que passeava no local e reparou no corpo, junto a um cais da luxuosa marina que acolhe alguns dos mais luxuosos barcos de recreio. O homem, que estava vestido com calças de ganga e pólo, não tinha consigo qualquer documento de identificação. Ao que o CM apurou, o cadáver pertence a um homem com cerca de 60 anos. O corpo não apresentava sinais visíveis de violência e só a autópsia irá revelar aos investigadores da PJ quais as causas exatas da morte. No entanto, o CM sabe que a morte e a queda à água deverá ter acorrido nessa noite. O corpo terá estado à deriva durante a noite até à altura em que foi encontrado. Uma equipa da Diretoria do Sul da Polícia Judiciária foi também chamada ao local e está a investigar a descoberta misteriosa na marina algarvia, precisamente ao lado do hotel de luxo Lake Resort, onde neste momento está de férias o presidente do FC Porto, Jorge Nuno Pinto da Costa. O cadáver, que seguiu para autópsia no gabinete de medicina legal do Hospital de Faro, ainda não terá sido identificado. Até ontem à tarde as autoridades não tinham recebido nenhuma participação de desaparecimento naquela zona do Algarve.

Fonte: CM