06 maio 2014

Ministério Público investiga dinheiro desaparecido nos Bombeiros de Salvaterra de Magos

Após uma investigação levada a cabo pela Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), o Ministério Público encontra-se a investigar o desaparecimento de 188 mil euros atribuídos por organismos estatais à Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Salvaterra de Magos.

A ação inspetiva da ANPC centrou-se nos apoios financeiros atribuídos à Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Salvaterra de Magos nos anos de 2010 e 2011, que no seu total ascenderam aos 260 mil euros.

No decorrer da investigação, a ANPC somente encontrou faturas e documentos referentes à movimentação de 71 mil euros, faltando assim apurar para onde foram canalisados os restantes 188 mil euros. De realçar que a Associação Humanitária já chegou a ter um passivo no valor de 500 mil euros.

No centro da inspeção da ANPC encontra-se a direção liderada por António Malheiro, que, ao fim de vários mandatos, foi forçado a demitir-se, em fevereiro de 2012, no seguimento de suspeitas de irregularidades financeiras.

Em declarações ao Correio da Manhã, António Malheiro garantiu desconhecer a existência de uma investigação criminal à Associação Humanitária, declarando-se igualmente “absolutamente tranquilo em relação a qualquer processo”.