21 maio 2014

Incêndio num armazém em Lisboa obrigou a evacuar 150 pessoas

Um incêndio deflagrou, esta quarta-feira, num armazém na zona do Cais do Sodré, em Lisboa, e as chamas propagaram-se ao edifício contíguo onde funciona um stand de automóveis e à cobertura do prédio em frente, onde está instalada uma discoteca. Foram evacuadas 150 pessoas por precaução e dois bombeiros foram assistidos, por ferimentos sem gravidade. Alguns carros foram também atingidos pela derrocada da cobertura.


O incêndio deflagrou cerca das 11.15 horas, segundo fonte dos Sapadores de Bombeiros, num armazém de materiais de construção situado na rua do Instituto Industrial, na zona do Cais do Sodré, em Lisboa.

Maria Reis, comerciante, passou pelo local nessa altura, viu fumo e depois labaredas enormes. "Ouvi explosões, chegou a ser assustador", contou ao JN.

Os primeiros bombeiros a chegar ainda conseguiram retirar um automóvel que estava estacionado na rua, junto ao armazém que estava a arder.

No local, o vereador da Segurança e Proteção Civil, Carlos Castro, explicou que o fogo começou num armazém de materiais de construção, alastrou ao edifício contíguo onde funciona um stand de automóveis e propagou-se para a cobertura do prédio em frente onde está instalada uma discoteca.

Já ao início da tarde, a cobertura do stand de automóveis acabou por desabar e destruir alguns automóveis, que se encontravam no interior.

As causas do incêndio estão a ser investigadas. Os prejuízos são elevados, mas ainda não estão contabilizados, acrescentou o vereador.

Por precaução, 150 pessoas foram evacuadas das áreas circundantes ao incêndio.

Dois bombeiros foram assistidos devido a entorses sem gravidade, sofridos durante as operações de combate às chamas.

Para o local foram mobilizados 70 bombeiros e 20 viaturas, dos Sapadores e corporações de voluntários. Foi ainda definido um extenso perímetro de segurança. Haverá o receio de que o edifício afetado, de construção muito antiga, possa ruir.

De acordo com fonte da PSP, a Avenida 24 de Julho foi cortada nos dois sentidos entre o Cais Sodré e o Largo de Santos. Foi também cortado o trânsito na Rua D. Luís I, rua paralela à Avenida 24 de Julho.

Fonte dos Sapadores Bombeiros adiantou ao JN que as operações de rescaldo se deverão manter ao longo de toda a tarde.


fonte: Paulo Lourenço / JN