14 maio 2014

Formação reforçada para evitar mortes nos incêndios - Fase Bravo DECIF


"Nunca se fez um volume tão grande de formação como este ano. Temos de modernizar o conhecimento", afirma ao DN José Ferreira, presidente da Escola Nacional de Bombeiros (ENB).


Depois do ano negro que foi 2013, com a morte de oito bombeiros, a Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC), Liga dos Bombeiros Portugueses (LBP) e corporações apostaram na formação e em novas áreas, como a meteorologia ou condução fora de estrada.

Amanhã arranca a fase Bravo, a segunda mais importante do Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Florestais.

Fonte: DN