30 maio 2014

Equipas da GNR retiram idoso barricado em edifício

Homem recusou sempre render-se aos militares, disse fonte da GNR, e vai ser sujeito a avaliação psiquiátrica.

Um homem, de 77 anos, que esteve barricado num edifício na cidade de Cantanhede, desde as 9.30 horas desta sexta-feira, foi já encaminhado para o serviço de psiquiatria do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra. Segundo o DN soube, durante quase seis horas, o idoso esteve irredutível às tentativas de negociação levadas a cabo pelos militares da GNR.

De acordo com relato de uma fonte da GNR, o septuagenário, armado com uma caçadeira, terá ameaçado os funcionários de uma empresa de construção civil que se preparavam para executar obras precisamente no imóvel situado no Largo da Cidade do Funchal (Cantanhede) onde o idoso se barricou.

Na origem desta ocorrência estará a sua recusa em aceitar a venda do edifício que tinha sido propriedade da sua família.

O homem foi retirado do interior do imóvel pelas 15.15 de hoje, numa ação que mobilizou uma equipa de negociação e outra de intervenção tática da Unidade de Intervenção da GNR (oriundas de Lisboa), um 'negociador' da GNR Coimbra, bem como os militares da GNR de Cantanhede.

Segundo fonte da Guarda, o indivíduo nunca efetuou qualquer disparo.

Fonte: DN