27 maio 2014

Doente que morreu após queda do 6º andar tentou fugir por uma corda de lençóis

O doente internado no serviço de psiquiatria do Hospital de Tomar que morreu esta manhã, após ter caído de uma janela do sexto andar do edifício, terá tentado escapar pela janela com recurso a um cordão feito com lençóis.

A queda, de uma altura de cerca de 15 metros, aconteceu pouco depois das 11h00, e provocou lesões fatais à vítima, um homem de 37 anos, que ainda foi transportada pelos bombeiros para as urgências do hospital, onde viria a falecer.

A vítima terá tentado escapar pela corda improvisada após ter desmontado a janela da enfermaria do serviço de psiquiatria, uma vez que as restantes janelas daquela especialidade têm um sistema reforçado de segurança para que os utentes não as consigam abrir.

A Rede Regional contactou a administração do Centro Hospitalar do Médio Tejo, que engloba os hospitais de Tomar, Abrantes e Torres Novas, que, via gabinete de imprensa, prometeu um esclarecimento oficial sobre o assunto ainda para esta tarde.

Fonte: Rede Regional