09 maio 2014

Bombeiro de Leiria: De bicicleta do Vaticano a Fátima (C/Video)

Chegou esta manhã ao santuário de Fátima o bombeiro de Leiria que fez a viagem de bicicleta entre o Vaticano e Fátima. Carlos Vieira partiu no passado dia 28 e fez uma média diária de 250 quilómetros.

O bombeiro-ciclista Carlos Vieira, de Leiria, pretendeu assistir no Vaticano à cerimónia de canonização de João Paulo II, a 27 de abril, regressando a Portugal montado na sua bicicleta.


Carlos Vieira quis, assim, cumprir uma jornada de 3.000 quilómetros até Fátima, naquela que foi a sua segunda "peregrinação". Há 28 anos cumpriu o mesmo percurso, quando foi recebido pelo papa João Paulo II.

"Vai ser um grande sacrifício e sofrimento, mas tinha traçado como objetivo que, quando acontecesse a santificação de João Paulo II, eu estaria lá", disse Carlos Vieira em Fevereiro à agência Lusa.

Carlos Vieira cumpriu uma média de 250 quilómetros diários, apenas com um carro de apoio.

O bombeiro-ciclista de Leiria não esquece o encontro com o papa no Vaticano, em 1986. "Ainda hoje me arrepio quando falo nisso. Foi indescritível. Mandou uma mensagem para todos os desportistas e ciclistas portugueses. Guardo isso com muito carinho para sempre", afirmou.

Agora, o ciclista-bombeiro de Leiria foi recebido por Francisco. Antes de iniciar, escreveu ao papa e pediu ajuda ao bispo de Leiria-Fátima.

"Seria uma honra enorme ser recebido por ele, que está a continuar a obra de João Paulo II. Há uma possibilidade e vou tentar tudo para conseguir. É também, como João Paulo II, uma pessoa fora do comum, vou aproveitar para pedir pelas pessoas que estão a morrer de fome em Portugal, devido à pobreza, ao desemprego... Não vou pedir nada para mim, só pelos pobres e necessitados. O que está a acontecer cá é uma calamidade", sublinhou também em Fevereiro.