02 abril 2014

Doze operários encurralados após desabamento de túnel na China



Doze operários que trabalham nas obras de uma linha ferroviária de alta velocidade no nordeste da China ficaram hoje encurralados na sequência do desabamento de um dos túneis em construção, informou a Xinhua.



De acordo com a agência oficial chinesa, que cita as autoridades locais, o acidente ocorreu cerca das 02:00 locais (19:00 de terça-feira em Lisboa) quando os trabalhadores reforçavam com betão o túnel, situado perto da cidade de Hunchun.

Equipas de resgate foram destacadas para o local do acidente, estando a ser investigadas as causas do desabamento da infraestrutura.

Com os últimos troços inaugurados no final de 2013, a rede ferroviária de alta velocidade da China superou os 10.000 quilómetros, esperando que ultrapasse a fasquia dos 18.000 até 2020.

A China detém assim a maior rede ferroviária de alta velocidade do mundo, muito à frente do Japão e da França, países pioneiros nesta tecnologia.

Mais de um quinto daquela extensão superior a 10.000 quilómetros diz respeito à linha Pequim-Cantão, a mais longa do mundo, com 2.298 quilómetros, inaugurada há cerca de um ano.

Fonte: Notícias ao Minuto