25 abril 2014

Bombeiros Voluntários de Cete festejaram 89 anos

A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Cete celebrou 89 anos de vida. A festa de aniversário teve lugar na sexta-feira da semana passada, numa cerimónia marcada pela atribuição dos crachás de ouro da Liga de Bombeiros Portugueses a dois dos voluntários desta corporação.

Numa altura em que a estrutura do comando está a sofrer alterações, os Bombeiros Voluntários de Cete tiveram como prenda uma ambulância que irá entrar ao serviço em breve.

Dois voluntários receberam crachá de ouro da Liga de Bombeiros Portugueses

São já 89 os anos de existência de uma corporação que serve as freguesias de Cete, Parada de Todeia, Sobreira, Recarei e Aguiar de Sousa e que tem a seu cargo um extenso território de mata e floresta.

A celebração da efeméride aconteceu no final da semana passada, durante uma cerimónia realizada ao final da tarde. Nesse momento, marcou presença a direcção que tomou posse no início do ano, assim como José Luís Morais, comandante dos Bombeiros Voluntários de Paredes e representante da Liga de Bombeiros Portugueses.

Aliás, a entrega de medalhas atribuídas por esta Liga foi um dos momentos altos da cerimónia que decorreu em Cete. 46 homens e mulheres receberam medalhas de assiduidade por serem bombeiros há cinco, dez, 15 e 20 anos e quatro foram congratulados com as medalhas do Quadro de Honra. Outros dois voluntários receberam ainda crachás de ouro. Os galardoados foram o oficial de 2ª Vitorino Tadeu e o chefe António Dias, bombeiros em Cete há 35 anos consecutivos.

Nova ambulância como prenda

Ainda na sexta-feira da semana passada, a corporação de Cete recebeu uma prenda na forma de uma ambulância de socorro. Esta viatura veio reforçar o parque automóvel dos Bombeiros Voluntários de Cete e melhorar as condições de socorro à população do sul do concelho de Paredes.

A corporação de Cete festejou 89 anos numa altura em que a sua estrutura de comando está a ser modificada. Rui Gomes, que liderou os Bombeiros Voluntários de Cete nos últimos 14 anos, abandonou o cargo no passado dia 18.

Desde essa altura, a liderança tem sido assegurada por José Luís Ribeiro, ainda segundo comandante, mas que, segundo fonte da direcção, deverá assumir o posto de comandante no futuro.

Fonte: Verdadeiro Olhar