18 março 2014

Projeto “Floresta Segura” arranca em Rio Maior

O projeto “Floresta Segura”, desenvolvido a nível nacional, desde 2012, pela Escola Nacional de Bombeiros (ENB) em estreita parceria com o grupo Portucel Soporcel, vai voltar ao terreno com o objetivo central de reduzir a ocorrência de incêndios através da sensibilização das populações sobre os princípios básicos de prevenção, arrancando este ano com um conjunto de cinco intervenções na área do Município de Rio Maior a decorrerem entre 22 março e 4 de maio.

“Este ano, para além de Rio Maior, foram ainda escolhidos os concelhos de Paredes e de S. Pedro do Sul para beneficiarem da intervenção do projeto “Floresta Segura”, em datas a anunciar, procurando-se assim sensibilizar as respetivas populações para a questão vital de que mais de metade dos incêndios florestais em Portugal resulta da prática de atos de pura negligência por parte dos cidadãos”, sublinha José Ferreira, presidente da Escola Nacional de Bombeiros.

Foi aliás com base nesta realidade que a ENB e o grupo Portucel Soporcel criaram em 2012 o projeto “Floresta Segura”, conscientes de que era imperioso alertar as populações das zonas florestais, de forma pedagógica e tecnicamente correta, para a necessidade de adotarem boas práticas que conduzam à diminuição do número de ignições, ensinando os agricultores e a população rural a efetuarem queimas e fogueiras seguras.

Com o programa “Floresta Segura”, a ENB e o grupo Portucel Soporcel assumem assim um papel ativo na prevenção dos incêndios florestais e na proteção das populações, nomeadamente através da realização de ações teóricas e práticas em numerosas localidades, contando no caso presente com o apoio fundamental da Câmara Municipal de Rio Maior, Serviço Municipal de Proteção Civil, Juntas de Freguesia locais, assim como do Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) e da Guarda Nacional Republicana (GNR).


fonte: Local.pt