01 março 2014

Mãe que tinha o filho inconsciente diz que 112 não atendeu chamada

Uma mãe, que tinha o filho inconsciente, terá tentado contactar esta quinta-feira à tarde o 112, Número Europeu de Emergência, mas não obteve resposta. Desta forma, a mulher, que alegadamente fez o telefonema na freguesia de Secarias, decidiu pedir auxílio aos Bombeiros Voluntários de Arganil.

“Esta é uma situação recorrente”, garante Nuno Costa, comandante dos Bombeiros Voluntários de Arganil, que denunciou o caso ao DIÁRIO AS BEIRAS. 

Nuno Costa não sabe precisar a hora a que a mulher terá tentado estabelecer contacto com o 112. Porém, o comandante dos bombeiros de Arganil conta que o alerta chegou à corporação às 15H50.

Os elementos de socorro chegaram ao local da ocorrência “passados três minutos” e já a central da corporação de bombeiros tinha iniciado o contacto com o CODU, “através de um número interno”.


fonte: Joana Santos / asBeiras.pt