19 março 2014

Evacuação treinada na Escola Básica do 1.º Ciclo com Pré Escolar do Foro

No âmbito do Projeto da Educação para a Segurança e Prevenção de Riscos foi realizado, no passado dia 17 de março, um exercício de evacuação na EB1/PE do Foro (Jardim da Serra), com o intuito de testar o Plano de Prevenção e Emergência da escola e, neste caso particular, treinar os comportamentos quer dos alunos quer dos docentes e não docentes numa situação de emergência.

Neste procedimento de emergência, que tinha como incidente um incêndio na escola, foi realizada a evacuação geral de todos os alunos, professores e funcionários da escola para o ponto de encontro, e testada a sua equipa de segurança e as missões a desempenhar por cada um numa situação deste género - alarme, alerta, cortes de energia e gás, evacuação, coordenadores de piso, concentração e controlo, informação e vigilância e primeiros socorros.

Os exercícios de evacuação e o treino da equipa de segurança constituem uma oportunidade para rotinar os procedimentos de emergência em toda a comunidade escolar, e desenvolver uma consciência de todos perante situações de risco.
Estiveram presentes como observadores e avaliadores deste evento elementos da Secretaria Regional de Educação e da corporação dos Bombeiros Voluntários de Câmara de Lobos.

As atividades incluídas neste projeto têm como principais dinamizadores os responsáveis e os delegados de segurança de cada escola, sendo este projeto uma aposta da Secretaria Regional da Educação e Recursos Humanos (SRE) para tornar todas as escolas e toda a comunidade escolar mais segura e consciente face aos riscos. Além dos exercícios de evacuação e dos simulacros, os Delegados de Segurança de cada escola tiveram formação específica na área, e foram facultados meios pedagógicos para que pudessem ministar à comunidade escolar uma série de conteúdos relacionados com a segurança, desde os riscos naturais e tecnológicos, aos gestos que salvam uma vida, ou ainda à temática da dengue.

A SRE tem como parceiros neste projeto a Associação Insular de Geografia, o Serviço Regional de Proteção Civil e o IA Saúde.


fonte: Jornal da Madeira