29 março 2014

Aveiro: Ajuda aos Bombeiros Novos para Acudir a Despesas Urgentes

A Câmara deliberou um apoio financeiro aos Bombeiros Novos "que vivem em estado da mais absoluta emergência, que obriga a agir", disse o líder do executivo esta tarde em reunião pública.

A corporação tem enfrentado dificuldades devido a dívidas e outros encargos correntes para os quais não tem obtido receitas.

Os protocolos, apesar de apresentarem ainda "algumas insuficiências", estabelecem um montante em 2014 de 150.000 euros para os Bombeiros Velhos e 175.000 para os Bombeiros Novos.

A ajuda parte de acordos anteriores, diferenciado relativamente aos Bombeiros Velhos encargos com a existência de uma seção em São Jacinto. O custo de 50 mil euros será suportado em 50% pela autarquia.

Ribau Esteves anunciou que os protocolos enquadram-se no novo modelo da proteção civil municipal, que ficará com atividade de "planeamento" para deixará de ter operacionais (16) próprios que regressam aos serviços camarários (gestão dos serviços urbanos). 

As atividades no terreno, incluindo o atendimento 24 horas, ficará por conta das corporações locais de bombeiros em colaboração com outros recursos do município quando necessário. "Uma forma de rentabalizar os serviços e diminuir os custos", disse Ribau Esteves.

O vereador Eduardo Feio concordou com o apoio aos bombeiros, pela necessidade de "manter as duas boas corporações".


fonte: Noticias de Aveiro