04 fevereiro 2014

Viseu: VMER Parada Leva a Morte de Paciente

inemA VMER da Guarda era a mais próxima, mas estava inoperacional devido à falta de pessoal.

O condutor de 70 anos que ficou ferido com gravidade num acidente de viação, anteontem, na A25, junto ao nó de Açores, em Celorico da Beira, "teve de esperar cerca de uma hora pela Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) de Viseu", disse Carlos Almeida, comandante dos Bombeiros Voluntários de Celorico da Beira. Isto porque a VMER da Guarda, mais próxima, estava inoperacional, devido à "falta de recursos humanos", segundo o hospital da Guarda.

Isidro Ramos acabou por morrer a caminho do hospital de Viseu. O comandante dos Bombeiros de Celorico da Beira acredita que "se a VMER da Guarda estivesse disponível e a assistência fosse no hospital mais próximo, as hipóteses de sobrevivência eram maiores". Segundo o INEM, "nem sempre o hospital mais próximo é o adequado".

 

fonte: Correio da Manhã