09 fevereiro 2014

Mau tempo: madrugada será a pior deste inverno

Previstas ondas de dez metros e rajadas de vento que podem atingir os 130 km/hora.

db

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) colocou toda a costa de Portugal continental em alerta laranja, o mais elevado da escala, entre as 15h00 de hoje e as 08h00 de amanhã, devido à previsão de ondas com dez metros de altura. Esta madrugada será a pior deste inverno. O País será também fustigado pela chuva e o vento forte.

Há também o risco de "acidentes na orla costeira" e galgamento do mar, "queda de árvores" e ainda de situações de saturação dos solos que podem provocar aluimento de terras.

A Proteção Civil já registou 281 ocorrências. Quedas de árvores e inundações em zonas mais vulneráveis lideram os estragos provocados pelo mau tempo. Também ocorreram alguns acidentes de viação causados pela chuva, mas o número não é significativo.

O estado do tempo vai agravar-se a partir das 15h00 de hoje, com chuva forte em todo o território e vento forte no litoral e terras altas, com rajadas que podem atingir os 130 km/hora. Preveem-se também cheias nas bacias dos rios Lima, Cávado, Tâmega, Vouga, Mondego e Tejo.

Ontem, Em Montemor-o-Novo, os bombeiros resgataram três pessoas que ficaram presas dentro de um carro no rio Almansor, junto ao Porto das Lãs, cerca das 12h00. O local estava interdito à circulação. Os ocupantes, de 22, 46 e 67 anos, foram retirados com a ajuda de uma escada, após a viatura ter ficado presa no leito.

Em Coimbra, o distrito que registou o maior número de ocorrências (55), a chuva intensa voltou a subir o caudal do rio. As esplanadas do Parque Verde do Mondego continuam debaixo de água e na margem esquerda há várias garagens inundadas. Em Senhora da Hora (Matosinhos), uma árvore com oito metros partiu o telhado de uma casa, na madrugada de ontem.

ESTRADAS CORTADAS

Em Aveiro o mau tempo tem provocado algumas inundações em Águeda. Já na Guarda, a Serra da Estrela tem os troços cortados, bem como o acesso ao maciço central. Na zona de Viseu há registo de uma acentuada queda de neve e corte de algumas estradas municipais. Mais a sul de Portugal continental, no Ribatejo, Santarém tem a estrada Nacional 1 submersa. Às 17h00 deste domingo mantinha-se o alerta da Proteção Civil e o aviso máximo do IPMA.

NOVE BARRAS MARÍTIMAS FECHADAS (14h08)

Nove barras marítimas estão, este domingo, fechadas à navegação devido ao mau tempo e outras duas condicionadas, de acordo com a página da Marinha Portuguesa.

Caminha, Vila Praia de Âncora, Esposende, Póvoa de Varzim, Vila do Conde, Douro, Aveiro, Figueira da Foz e S. Martinho do Porto são as nove barras marítimas fechadas a toda a navegação.

De acordo com a página da Marinha – atualizada às 12h46 – em Viana do Castelo a barra está fechada a embarcações de comprimento inferior a 30 metros e em Leixões o acesso está condicionado a embarcações com comprimento inferior a 35 metros.

PEQUENA PONTE SUBMERSA NO CONCELHO DE ALTER DO CHÃO (12h14)

Uma pequena ponte está submersa devido à subida do caudal de uma ribeira no concelho de Alter do Chão, obrigando ao corte da estrada entre Seda e o local de Vale Barqueiros, disse este domingo fonte da GNR.

Segundo a mesma fonte, a Estrada Municipal 1075, na freguesia de Seda, está cortada ao trânsito desde sábado ao final da tarde.

O corte da estrada, de acordo com a fonte da força de segurança, é devido à subida do caudal da ribeira de Seda, no distrito de Portalegre.

CAPITANIA DO FUNCHAL RECOMENDA BARCOS NOS PORTOS DE ABRIGO (11h23)

A Capitania do Porto do Funchal emitiu, este domingo, um aviso de mau tempo para o arquipélago da Madeira pelo que recomenda que as embarcações fiquem nos portos de abrigo.

Este organismo do Ministério da Defesa refere, em nota hoje distribuída, ter recebido do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) "o Aviso de Sinal seis (mau tempo) para o arquipélago da Madeira o que significa vento de força sete (51 a 62 quilómetros horários) de qualquer direção".

A Capitania recomenda, por isso, que os proprietários ou armadores das embarcações tomem "as devidas precauções de modo que estas permaneçam nos portos de abrigo".

De acordo com o IPMA, a partir do final da tarde de hoje estará em vigor um aviso laranja para o mar na costa norte da Madeira e ilha do Porto Santo cujas ondas poderão atingir os seis metros.

Para as zonas montanhosas, está presentemente em vigor um alerta para vento podendo as rajadas atingir os 100 quilómetros horários.



fonte: Bernardo Esteves/ Pedro Galego com a.s.c./d.g. / Correio da Manhã