13 fevereiro 2014

Escolas das Flores e Corvo e uma do Pico encerradas devido ao mau tempo

As escolas das ilhas das Flores e do Corvo e uma das Lajes do Pico estão, esta quinta-feira, encerradas, por precaução, devido ao vento e ondulação fortes previstos para os Açores, disse à Lusa fonte da Secretaria Regional da Educação.

Todas as escolas do grupo ocidental (Flores e Corvo) estão encerradas e assim se manterão durante o dia, o mesmo acontecendo com a escola básica e integrada das Lajes do Pico, disse a mesma fonte, explicando que foram seguidas indicações da proteção civil.

Em relação às Lajes do Pico, a mesma fonte explicou que a escola fica situada perto do mar e que a parte baixa da vila poderá inundar por causa da ondulação, algo que por vezes acontece quando há previsões meteorológicas deste tipo.

Quanto ao resto das escolas do grupo central (ilhas do Pico, Faial, S. Jorge, Graciosa e Terceira), a situação vai continuar a ser analisada caso a caso, de acordo com as indicações da proteção civil e com os conselhos diretivos, disse a mesma fonte, que realçou que as escolas são consideradas locais de abrigo e refúgio seguros pelas autoridades em cenários de mau tempo deste tipo.

Neste momento, a generalidade das crianças já foram transportadas para as escolas, acrescentou.

Os grupos central e ocidental dos Açores estão hoje sob aviso vermelho, o mais grave de uma escala de quatro, devido a previsão de ventos fortes, com rajadas que podem atingir os 155 quilómetros/hora, de acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

O aviso vermelho, que significa a existência de uma situação meteorológica de risco extremo, vai estar em vigor entre as 12:00 de hoje e as 00:00 de sexta-feira para o vento e entre as 15:00 de hoje e as 06:00 de sexta-feira para a agitação marítima.

Segundo o IPMA, as ilhas dos grupos ocidental e central vão estar sob aviso vermelho, o mais grave de uma escala de quatro, hoje e sexta-feira, devido à previsão de ventos fortes de entre 75 e 95 quilómetros/hora de intensidade média, com rajadas entre 120 e 155 quilómetros/hora.

O IPMA colocou ainda aqueles dois grupos de ilhas sob aviso vermelho devido à previsão de agitação marítima forte, com ondas do quadrante oeste que deverão atingir 10 a 12 metros de altura, podendo algumas chegar aos 20 a 25 metros de altura máxima.

Os grupos central e ocidental vão estar também sob aviso amarelo por causa da chuva até às 18:00 de hoje.

O IPMA colocou, ainda, o grupo oriental (ilhas de São Miguel e Santa Maria) sob aviso laranja, o segundo mais grave da escala, devido à previsão de vento forte, e sob aviso amarelo por causa de vento e agitação marítima, já que as ondas deverão chegar aos 6 a 7,5 metros de altura até às 18:00 de sexta-feira.

Fonte: JN