08 fevereiro 2014

Comunidade equipa bombeiros com material no valor de 206 mil euros

A Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo (CIMT) obteve aprovação na candidatura denominada “Riscos Naturais no Médio Tejo – Prevenção e Gestão, submetida ao Programa Operacional Temático Valorização do Território (POVT) e que assenta no Eixo Prioritário II - Sistemas Ambientais e de Prevenção, Gestão e Monitorização de Riscos, Regulamento Específico Prevenção e Gestão de Riscos Naturais e Tecnológicos – Ações Materiais do Programa Operacional Valorização do Território.

Esta procura dotar 482 elementos dos corpos de bombeiros e serviços de proteção civil municipal com diversos equipamentos de proteção individual necessários ao combate de incêndios em espaços naturais, como sendo 152 capacetes florestais, 330 capuzes de proteção florestal (cógula), 718 fatos de proteção individual (calça e dólmen), 393 luvas de combate a incêndios florestais e 366 botas de combate a incêndios florestais.

O investimento é de cerca de 206 mil euros, comparticipado pelo Fundo de Coesão em 85 %.

De referir que esta candidatura foi reformulada devido à inclusão dos municípios da Sertã e de Vila de Rei na CIMT.



fonte: Rádio Condestável