18 fevereiro 2014

B.V.Sul e Sueste: Concurso de Trauma E Cerimónia de Ingresso na Carreira de Bombeiro

12000097Realizou-se no dia 16 de fevereiro o I Concurso de Trauma do Corpo de Bombeiros do Sul e Sueste. Esta iniciativa, de foro interno, contou com a participação de 6 Equipas.
O Corpo de Bombeiros do Sul e Sueste realizou ainda uma Cerimónia de Ingresso na Carreira de Bombeiro de 6 Estagiários que foram assim promovidos a Bombeiro de 3ª.

Realizou-se no dia 16 de fevereiro o I Concurso de Trauma do Corpo de Bombeiros do Sul e Sueste. Esta iniciativa, de foro interno, contou com a participação de 6 Equipas formadas por um Tripulante de Ambulância de Socorro (TAS) e por um Tripulante de Ambulância de Transporte (TAT), tendo como objetivo promover a formação e a harmonização de práticas em matéria de emergência pré-hospitalar no seio do grupo de TAS que o Corpo de Bombeiros detém presentemente, bem assim como permitir a transmissão de conhecimentos diferenciados aos TAT, contando para o efeito com a montagem de cenários com vítimas de variada natureza. A iniciativa contou com a presença de um júri conceituado formado por 2 elementos da Associação Nacional de Salvamento e Desencarceramento (ANSD): João Carolino e Ludgero Soares, tendo a equipa 1.ª classificada sido constituída pela Bombeira de 2.ª Sara Guinot (TAS) e pela Bombeira de 3.ª Patrícia Alves (TAT).

Na ocasião, o Corpo de Bombeiros do Sul e Sueste realizou ainda uma Cerimónia de Ingresso na Carreira de Bombeiro de 6 Estagiários que foram assim promovidos a Bombeiro de 3ª. A Cerimónia contou com a presença do Comandante do Corpo de Bombeiros de Pinhal Novo, geminado com o Corpo de Bombeiros do Sul e Sueste, Cm.te Raúl Prazeres, da Comandante Distrital de Operações de Socorro de Setúbal, Dr.ª Patrícia Gaspar, e do Presidente da Câmara Municipal do Barreiro, Carlos Humberto de Carvalho, em cujos discursos foi enaltecido o enorme esforço de qualificação diferenciada dos bombeiros do Sul e Sueste, através da frequência de variadíssimos cursos de formação (em 2013 foram registadas 8.787 horas de formação certificada), bem assim como a estratégia de crescimento e consolidação do corpo ativo, a bem da melhoria contínua da capacidade de resposta às ocorrências mais complexas.

 

fonte: BVSS