11 fevereiro 2014

Bombeiros Voluntários de mangas arregaçadas pela dinâmica e inovação

Macedo CavaleirosTransformar o antigo quartel num Centro Cultural e Recreativo dos Bombeiros Voluntários de Macedo de Cavaleiros.

Esta é a pretensão da atual direção da Associação Humanitária.

Com objetivo de dar uso e reavivar as antigas instalações da corporação, António Batista revela que está nos seus planos e atividades para este ano transformar o salão do quartel velho num espaço de cultura e lazer.

microfone

“Temos que dinamizar o quartel velho. Está nas nossas perspetivas fazer um Centro Cultural e Recreativo dos Bombeiros Voluntários, pois quando digo que queremos ser os melhores do distrito, eu não falo de cor.

Porque a união que existe entre nós temos que pensar em coisas mais ambiciosas”, sustenta o dirigente.

Com um orçamento, para este novo ano, que ronda os 720 mil euros, como linhas mestras estão outros investimentos fulcrais para uma realização eficaz da missão dos soldados da paz.

Entre os propósitos estão duas ambulâncias e uma grua de socorro em caso de incêndios urbanos acima do 3º piso.

Esta última está já se encontra nas instalações dos Bombeiros Voluntários e foi fruto de uma doação de um cidadão emigrante.

microfone

“Além dos investimentos que já fizemos também recebemos um carro com uma escada para os incêndios urbanos.

Um abraço muito grande ao emigrante que nos ofereceu este veículo. Precisávamos muito desse carro”, afiança, António Batista.

O presidente dos Bombeiros Voluntários, António Batista avança que relançar a fanfarra é outra das ambições para este ano.

microfone

“Tínhamos aqui uma fanfarra que era única e agora queremos relança-la. Com crianças, uma coisa mais moderna, vestidos a rigor. Eu vi isso no Peso da Régua e gostei muito e quero basear-me nessa”, refere.

Focada em capacitar o corpo ativo de todos os meios necessários para a realização da sua missão, a direção da Associação Humanitária tem 720 mil euros para gerir em prol das ações dos Bombeiros Voluntários de Macedo de Cavaleiros.

 

fonte: Rádio Onda Livre