17 fevereiro 2014

Bombeiros de Odemira Só Conseguem Pagar Metade dos Salários Aos Funcionários

Os Bombeiros de Odemira estão sem dinheiro para pagar a totalidade dos salários mensais aos funcionários, só conseguindo pagar metade, devido a atrasos no pagamento de clientes e à obrigação de regularizar uma dívida à Segurança Social.

A corporação atravessa uma situação financeira «difícil», com as dívidas a funcionários, a fornecedores, à Segurança Social e à banca a rondar os 350 mil euros, disse hoje à agência Lusa o presidente da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Odemira (AHBVO), Augusto Inácio.

Na origem deste problema, indicou o dirigente, está a redução em cerca de 40% dos serviços de transporte não urgente de doentes nos dois últimos anos e a acumulação de dívidas de entidades estatais, na ordem dos 40 mil euros.

Diário Digital