26 fevereiro 2014

B. V. Sul e Sudoeste: Visita do CADIS do Agrupamento Sul e da CODIS de Setúbal

No âmbito de um segundo périplo por todos os Corpos de Bombeiros do distrito de Setúbal, um ano após a entrada em funções, a Comandante Operacional Distrital de Setúbal, Patrícia Gaspar, visitou no passado dia 20 de fevereiro o Quartel-sede dos Bombeiros Voluntários do Sul e Sueste.

Durante a visita, na qual se fez acompanhar do 2º Comandante Operacional Distrital de Setúbal, Rui Costa, da Técnica Superior Ana Roque (responsável pela gestão dos processos de Formação dos Corpos de Bombeiros) e da Administrativa Paula Carvalheira (responsável pela ligação aos Corpos de Bombeiros em matéria administrativa), a CODIS teve oportunidade de conhecer em primeira mão os dados estatísticos relativos a 2013, bem assim como as novidades em matéria de veículos operacionais e meios humanos, constatando o elevado grau de operacionalidade do Corpo de Bombeiros do Sul e Sueste.

Na ocasião, foi apresentada uma versão preliminar do Relatório de Atividades de 2013, destacando-se os seguintes dados:
• Quantidade de alertas: 13.461
• Nº de bombeiros envolvidos: 28.433
• Nº de viaturas envolvidas: 13.880
• Quilómetros percorridos: 558.274 km
• Duração das intervenções: 33.649 h
• Nº de doentes transportados: 33.618
• Nº de incêndios: 274
• Nº de acidentes com transportes (rodoviários, ferroviários e aquáticos): 58
• Nº de acidentes em infraestrturas e vias de comunicação: 63
• Nº de ocorrências Pré-hospitalar (SIEM): 2.166
• Nº de ocorrências Pré-hospitalar (extra-SIEM): 216
• Nº de intervenções em conflitos legais: 80
• Nº de acidentes tecnológicos e industriais: 10
• Nº de simulacros: 17

• Nº de horas de Formação certificada: 8.787
• Nº de horas de Instrução: 6.469
• Nº de horas de piquete: 56.852
• Nº de horas de simulacro: 277
• Nº de horas de serviço operacional: 72.385

Foi ainda sumariamente apresentado o plano de atividades para 2014, no qual se sublinharam as iniciativas conducentes ao crescimento e à consolidação do quadro ativo do Corpo de Bombeiros, para além da continuada aposta na formação diferenciada.

Aproveitando o ensejo, a convite da Direção da AHBV Sul e Sueste e do Comando do Corpo de Bombeiros, esteve também presente o Comandante Operacional do Agrupamento Distrital Sul, Elísio Oliveira.

O CADIS e a CODIS foram sensibilizados para questões relacionadas com a sustentabilidade operacional e financeira, com particular enfoque na premente necessidade de criar no Corpo de Bombeiros uma Equipa de Intervenção Permanente (EIP) e na necessidade de evoluir de Posto de Reserva (PR) para Posto de Emergência Médica (PEM) no âmbito do Sistema Integrado de Emergência Médica (SIEM), gerido pelo INEM.




fonte: Rostos.pt