08 janeiro 2014

Viaturas Perdidas nos Fogos – Bombeiros Têm Duas Opções

Sem TítuloAs associações de bombeiros que perderam viaturas durante o combate aos incêndios deste verão vão decidir individualmente, até ao dia 27 de dezembro, a forma de substituir os 16 carros que ficaram totalmente queimados.

A Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) reuniu, no passado dia 20 de dezembro, com a Liga dos Bombeiros Portugueses e com os presidentes e comandantes dos corpos de bombeiros que tiveram perda total de viaturas este ano. No decorrer da reunião, a ANPC informou que os bombeiros poderão optar entre duas soluções.

Adquirir novas viaturas, no âmbito do QREN, com comparticipação de 100 por cento, o que representa um investimento zero para os bombeiros. Segundo esta opção, as viaturas serão contratualizadas em regime de comodato. Quer isto dizer que as viaturas serão sempre propriedade da ANPC. A candidatura ao QREN deverá atingir os dois milhões de euros.

A outra solução passa pelos mecanismos habituais e previstos na Circular Financeira do DECIF, os quais, e com base na idade dos veículos, preveem a comparticipação em 80 por cento, por parte do estado, icando os restantes vinte por cento a cargo dos corpos de bombeiros.

De referir que para além das 16 viaturas perdidas na totalidade, o verão salda-se ainda em mais 14 viaturas com perda parcial.

Apresentados que foram os modelos de substituição de viaturas, os bombeiros tem de informar a ANPC até ao inal do ano quanto à opção escolhida.

 

por Patrícia Cerdeira/ Jornal BP