21 janeiro 2014

Um app de Google Glass para combater incêndios. Programado por um bombeiro

O trabalho dos bombeiros não é fácil. Todos os dias esses heróis arriscam suas vidas combatendo incêndios e realizam resgates em situações complexas, e nem sempre as condições são favoráveis. Seja pela falta dos protocolos AAA que todo carro deveria ter (algo que a Mercedes-Benz está resolvendo na Europa), ou a incapacidade de acessar a planta de um prédio em chamas numa emergência.


Nisso entra Patrick Jackson, um bombeiro da cidade de Rocky Mount, no estado norte-americano da Carolina do Norte. Ele também é programador e faz parte da equipe de Explorers do Google Glass. Ele está desenvolvendo um app para o gadget que pode ajudar e muito o trabalho dos bombeiros e salvar vidas.


No vídeo divulgado pelo Google temos uma ideia do que ele poderá fazer no futuro: fornecer plantas em casos de ocorrências em prédios não familiares à corporação e manuais de extração de veículos e em acidentes de trânsito com vítimas presas nas ferragens, tudo em tempo real.

As versões iniciais do app já fazem coisas interessantes como comunicar ocorrências e informar a posição de hidrantes próximos. Jackson acredita que uma versão completa do app estará disponível daqui a seis meses, talvez simultaneamente (ou até antes) ao lançamento comercial do Glass. Ele alerta que o uso do Glass é indicado obviamente para oficiais em situações seguras de modo a coordenar a ação de outros em casos extremos, pelo simples fato que ele não se encaixa bem por debaixo da máscara de gás.

Apesar de ter escolhido uma carreira totalmente diferente Jackson é familiar à programação desde os sete anos. Ele inclusive chegou a cursar engenharia da computação na Universidade da Carolina do Norte, mas mudou de área. Afastado do ramo há dez anos ele se apaixonou pelas possibilidades que o Android permitia. Ele também desenvolveu um app para Android e iOS que cumpre algumas das funções que o gadget está destinado a melhorar, e sua corporação utiliza iPads com sua aplicação nos carros ao invés de notebooks. O Google Glass pode melhorar muito a eficiência dos bombeiros e ajudar a salvar ainda mais vidas, e todos nós agradecemos.