16 janeiro 2014

SIRESP: Contrato das comunicações da proteção civil vai ser renegociado

imagesO Governo anunciou que vai renegociar o contrato com a SIRESP, SA. O contrato assinado pelo executivo Sócrates ficou orçado em 450 milhões de euros – mas há estimativas que apontam que o contrato poderia não ter ido além dos 80 milhões.

Fernando Alexandre, secretário de Estado adjunto do Ministro da Administração Interna, reiterou a intenção de renegociar o contrato assinado com a SIRESP, SA para o fornecimento de serviços de telecomunicações para os vários organismos de proteção civil.

Em declarações para a TVI, o secretário de estado considerou que «os interesses do Estado não foram sempre acautelados da melhor forma» e atentou para o retorno que é era encaminhado para os acionistas ser, «de facto, muito generoso».

O contrato com a SIRESP, SA foi assinado em 2006, pelo então ministro António Costa. Segundo a TVI, o contrato ficou em 450 milhões de euros, apesar de o mesmo serviço ter um valor estimado de 80 milhões de euros.

O Governo já criou uma comissão para a renegociação do valor do contrato com a SIRESP, SA.

Além das telecomunicações da proteção civil, há mais contratos considerados desfavoráveis para o Estado que vão ser analisados – e eventualmente renegociados.

A SIRESP, SA tem como acionistas a SLN, a PT Ventures, a Motorola, a Esegur e a Datacomp.

 

por Exame Informática